Semana 9

Inicio do Projeto de editoração, planejamento e execução da revista científica

Especificação da equipe técnica: quem será ou exercerá o papel de editor chefe, avaliador, autor, revisor?

Escolha do tema: área e subárea, especificar diretórios e critérios

Desenvolvimento do projeto de editoração da revista científica.

Análise dos recursos para a editoração eletrônica.

Especificidades das áreas e subáreas de conhecimento CNPQ http://www.cnpq.br/documents/10157/186158/TabeladeAreasdoConhecimento.pdf ou Site da Capes http://www.capes.gov.br/images/documentos/documentos_diversos_2017/TabelaAreasConhecimento_072012_atualizada_2017_v2.pdf

** Biblioteconomia**

Etapas do Projeto da Revista e avaliação dos pares

Rede Caririana http://cariniana.ibict.br/ Lista de Portais de Periódicos http://cariniana.ibict.br/index.php/preservacao-de-documentos-digitais/portais
Universidade Federal de Santa Catarina http://periodicos.ufsc.br/ Diretrizes e procedimentos http://periodicos.bu.ufsc.br/doc-inst/
Universidade de São Paulo http://www.revistas.usp.br/wp/

Leituras

STUMPF, I. R. C. Revisão pelos pares: do tradicional ao inovador. In: CONFERÊNCIA IBEROAMERICANA DE PUBLICAÇÕES ELETRÔNICAS NO CONTEXTO DA COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA,1., 2006, Brasília. Anais eletrônicos… Universidade de Brasília, abr., 2006. Disponível em:< http://portal.cid.unb.br/CIPECCbr/viewpaper.php?id=51 >.

CASTEDO, Raquel da Silva; GRUSZYNSKI, Ana Cláudia. O projeto gráfico de periódicos científicos: uma contribuição aos roteiros de avaliação. Em Questão, v. 11, n. 2, p.313-333, jul.dez., 2005. Disponível em: < http://www.seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/123 >

Editorial. Procesos de gestión de documentos. Metadatos para la gestión de documentos. Parte 2: Aspectos conceptuales y de implementación. ISO 23081-2. Revista española de Documentación Científica, v. 31, n.3, p. 453-506, jul./set. 2008. Disponível em: < http://redc.revistas.csic.es/index.php/redc/article/view/439/451 >

FACHIN, Gleisy R. B.; HILLESHEIM, Araci I. Andrade. Periódicos científicos: padronização e organização. Ed. da UFSC, Florianópolis, 2006. 185 p.

FERREIRA, Sueli Mara Soares Pinto. Critérios de qualidade de revistas científicas. XIV Curso de Editoração Científica da ABEC – “Avaliação do trabalho científico“. Disponível em: < http://www.lncc.br/abec/doc/sp/palestras/0106/03%20Critrios%20de%20qualidade%20de%20revistas%20cientficas.ppt >

Sites:

Australian Standards for Editing Practice. Council of Australian Societies of Editors. Canberra Society of Editors, 2001. 20P. http://iped-editors.org/Editing_standards

BAILEY JR, Charles W. Scholarly Electronic Publishing Bibliography. Annual Edition (SEPB) [Bibliografia]. Disponível em: < http://www.digital-scholarship.org/sepb/sepb.html >.

BRASIL. CAPES.. Diretrizes de Avaliação de Periódicos Ensino. 2016.
https://www.capes.gov.br/images/stories/download/avaliacaotrienal/Docs_de_area/qualis/ensino.pdf

BRASIL. CAPES. Qualis Periódicos. Comunicação e Informação. http://www.capes.gov.br/component/content/article/44-avaliacao/4662-ciencias-sociais-aplicadas-i >

Veja mais Considerações sobre o Qualis Periódicos 2016. http://www.capes.gov.br/images/documentos/Qualis_periodicos_2016/qualis_comunicacaoeinformacao.pdf

1. Definição de periódico científico

Publicação seriada, arbitrada e dirigida prioritariamente à comunidade acadêmico-científica,
enquadrando-se na norma NBR 6021 da ABNT.

2. Características mínimas válidas para todos os estratos

Editor responsável; Comissão editorial; conselho consultivo com diversidade institucional;
registro de ISSN; linha editorial definida (expediente, missão, foco temático, periodicidade e
forma de avaliação/revisão); normas de submissão claras; periodicidade regular; avaliação por
pares, contribuições na forma de artigos assinados, com indicação de titulação e afiliação
institucional dos autores; título, resumo e palavras-chaves no mínimo em dois idiomas (um
deles, a língua do próprio periódico); datas de submissão e aceitação de cada artigo.

3. Critérios e parâmetros para classificação

Indexação em bases de dados nacionais e internacionais; relevância para a área de Ciências
Sociais e para o sistema de pós-graduação e pesquisa; publicação por insitituição com pósgraduação
strictu sensu, instituição de pesquisa reconhecida, sociedade científica nacional ou
internacional ou por associação profissional pertinente à área; apoio por parte de agências de
fomento; informação sobre pertencimento institucional e titulação dos autores; regularidade e
acessibilidade das edições; reputação na área; avaliação do periódicos nos Qualis das demais
áreas das Humanidades.

Guidelines on good publication and the Code of Conduct - BMJ. <hhttp://publicationethics.org/resources/code-conduct>

INSTITUTO BRASILEIRO DE INFORMAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA. ISSN. Disponível em: <http://www.ibict.br/secao.php?cat=ISSN>.

LATINDEX. CRITERIOS DE INGRESO HEMEROTECAS VIRTUALES IBEROAMERICANAS. <http://www.latindex.org/biblioteca/docu/cuadro2.pdf>

OAISIS.BR. Portal Brasileiro de Repositórios e Periódicos de Acesso Livre. Disponível: <http://oasisbr.ibict.br/>.

SCIENTIFIC ELECTRONIC LIBRARY ONLINE - SCIELO. Sobre este site. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?lng=pt#about>. Acesso em: 2 jan. 2009.

SPHERE. Scholarly Publishing Electronic Resources. Disponível em: <http://sphere-project.blogspot.com/>.

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License